Script Brasil

Testamos 9 opções de servidores VPS Cloud no Brasil e no exterior

Este é um artigo meio atípico aqui na Script Brasil. Além do estilo de escrita informal, trata de um assunto técnico demais. Mas partiu de um pedido de nossos leitores via e-mail e Fórum.

A "palavrinha" Cloud talvez seja a mais utilizada atualmente e aplica-se a quase tudo envolvendo infra-estrutura no mundo de TI. Ela também ganha adeptos de quem precisa de serviços de Hospedagem de Sites.

Testamos 9 opções de servidores VPS Cloud no Brasil e no exterior

Há alguns anos atrás, se você precisasse contratar um serviço de hospedagem, só existiam basicamente 2 opções. As mais utilizadas:

  • Compartilhada: a mais comum, mais barata, fornecida por grandes players de Hosting de varejo, onde os recursos de 1 servidor é compartilhado com vários sites, e não existe garantia de entrega de recursos (CPU/memória);
  • Dedicada: mais cara, onde você alugava um servidor físico só para o seu projeto, e existe a garantia de usar 100% dos recursos alocados ali.

A "nuvem" surgiu para juntar os 2 mundos: uma hospedagem com recursos alocados a um preço mais "acessível". 

Bazinga!

Testamos diversas Hospedagens Cloud, com Datacenters no Brasil e também no exterior. Aliás, é bom explicar a principal diferença:

  • Datacenter no Brasil: tende a ser mais caro (culpe os impostos!), mas com uma mínima latência;
  • Datacenter no Exterior: tende a ser mais barato, mas com latência maior.

Vale lembrar que todas elas são indicadas para quem possui um pouco de experiência em ambientes Linux, para configuração completa, incluindo regras de segurança. Você vai precisar configurar tudo em modo terminal, a menos que utilize um sistema proprietário e pago (Plesk, CPanel, etc.)

Ah, e pra não esquecer, nós sabemos que existem mais de 9 opções (muito mais), mas não caberia testar todas aqui. E este post não foi patrocinado por nenhuma destas empresas, somente incluímos os links de afiliado da Script Brasil. 

O que avaliamos?

CérebroAo longo de mais de 1 ano, nós testamos diversos servidores no Brasil e no exterior. Alguns chegamos a usar por mais de 6 meses.

Em todos eles foram feitos testes com Serviços Web (Apache, Nginx, Varnish e PHP) e Banco de Dados relacional (MariaDB). Em alguns, instanciamos 2 VPS's, um para Web e outro para BD.

Levamos em consideração diversos fatores, tais como:

  • Facilidade e velocidade de deploy de um VPS
  • Disponibilidade de regiões
  • Latência (partindo de São Paulo)
  • Qualidade do suporte
  • Disponibilidade e tipos de backups
  • Preço, claro :)

A ordem dos serviços testados não condiz com nenhuma espécie de ranking. Veja os prós e contras em cada avaliação.

Hospedagem Cloud fora do Brasil

Aqui enfrentamos talvez os 2 principais problemas de quem hospeda fora do Brasil: latência e suporte.

Latência é o tempo da primeira resposta entre o host origem (seu computador, por exemplo) e o host destino (seu servidor, por exemplo). E quanto maior a distância física, maior a latência. Simples assim.

Já o suporte, varia muito de empresa para empresa. Na maioria delas que testamos, o tempo e a solução das equipes de suporte foi bastante aceitável, até melhor que muitas empresas brasileiras.

E uma dica importante, vale pra todas as empresas que for contratar: teste a latência de várias regiões que elas disponibilizam Datacenter. Assim, você vai encontrar a região com menor tempo de resposta. As empresas fornecem esses hosts para teste numa seção geralmente chamada de "Speed Test".

Em todas elas, testamos o serviço de VPS (Virtual Private Server). Nada mais é, do que um servidor virtualizado dentro de um ambiente físico, mas com recursos alocados. É exatamente por causa dessa tecnologia de virtualização, que os VPS's estão cada vez mais acessíveis.

Ao realizar o deploy de um VPS, você recebe um endereço IP fixo além da senha do usuário root para acesso via terminal/SSH. Não sabe o que é SSH? Acho bom dar uma estudada primeiro nisso, antes de continuar.

1. Linode

Linode

Talvez a empresa com mais tempo de mercado nesse segmento de VPS. Antes da chegada da Digital Ocean, os preços eram mais elevados. Agora, com a concorrência, ficaram equiparados.

A disponibilidade de região é bem similar à Digital Ocean, com menos opções na Europa. Mas abrange América do Norte e Ásia também. Novamente, sem disponibilidade de países na América do Sul.

Disponibiliza a maioria das distribuições Linux (32 e 64 bits). A melhor latência testada foi de 150ms, quando usado servidor em "US East". O painel pode aparentar que seja ruim (tem um estilo digamos... meio Linux demais), mas oferece controle total sobre suas VPS's.

Oferece bom esquema de backups, com maior retenção de dias e configuração sobre qual rotina de dias seguir. O suporte também é ágil, fizemos uso e rapidamente fomos atendidos com uma solução pronta (a dúvida era sobre como configurar um IP Privado na nossa sub-rede de 2 instâncias).

[UPDATE] A Linode lançou novos planos, agora com dobro de memória e SSD em todos eles. O plano de US$ 10 já oferece 2 GB memória + 1 core + 24 GB SSD. O plano de US$ 20,00 oferece 4 GB memória + 2 core + 48 GB SSD. É a maior mudança nos últimos tempos. Vale a pena conhecer os planos.

A empresa também disponibiliza uma documentação bem completa em seu site, exemplo dos tutoriais sobre como configurar a maioria dos Serviços Web e Banco de Dados.

» Saiba mais: ver os Planos e Preços da Linode

2. Digital Ocean

Digital Ocean

Uma das empresas pioneiras no uso de VPS com SSD (aquele HD extremamente rápido). Baseada nos Estados Unidos, possui disponibilidade de várias regiões (América do Norte, Europa, Ásia), menos na América do Sul :(.

Oferece praticamente todas as distribuições Linux (32 e 64 bits) e opção de instalação de aplicações mais usadas de forma automática (ex.: Wordpress). A melhor latência encontrada foi 160ms, quando usado servidor em "NYC3".

Deixa a desejar no quesito backups, não oferece cópia diária e mantém somente os últimos 2 backups realizados. Eles prometeram melhorar isso, mas até então só promessa. O lado bom, é que é possível recuperar um backup na mesma instância ou em numa nova.

O painel é simples e muito bem desenvolvido. É possível criar VPS's, ver status de uso de CPU/memória/etc., desativar, etc. Excelente nível de suporte, atenderam prontamente em todas ocasiões. Em casos de problemas de SLA, fornecem crédito automaticamente na sua conta.

O preço é médio no mercado norte-americano, com planos a partir de US$ 5 por mês (512 MB memória + 1 core + 20 GB SSD). Lembrando que a cobrança é por hora, logo, você pode usar por algumas horas, desativar, e será cobrado somente o proporcional o que foi usado. O plano de US$ 10 por mês (1 GB memória + 1 core + 30 GB SSD) , atende bem a maioria dos casos.

É possível fazer o upgrade a qualquer momento, mas downgrade nunca. Para fazer o upgrade, é necessário "parar" a máquina, e esperar a alteração (demora cerca de 2 minutos). Ou seja, planeje-se!

Um ponto positivo é sua vasta documentação e tutoriais, publicados pela equipe da Digital Ocean de forma pública no site.

» Saiba mais: ver os Planos e Preços da Digital Ocean

» Bônus: desconto de US$ 10 para qualquer plano :)

3. Vultr

Vultr

A Vultr segue o mesmo padrão das demais, cobrando o VPS por hora, e rodando com discos SSD. A solução de backup é confiável, e você pode recuperar somente a instância inteira. 

Recentemente, reduziu a maioria dos preços em 20%, tornando-a uma das mais barata entre as opções de VPS (com SSD) no exterior. Oferece bons planos, como o de US$ 8 por mês (1 GB memória + 1 core + 20 GB SSD) ou US$ 16 por mês (2 GB memória + 2 cores + 45 GB SSD).

O painel principal é bem simples, oferecendo opções de gerenciar suas instâncias e acompanhar relatório financeiro. A solução de backup é confiável, e você pode recuperar somente a instância inteira. Não testamos a opção de upgrade de VPS ainda.

Nos testes de tempo de resposta, foi a melhor dentre todas testadas no exterior. Retornando em cerca de 112ms, quando testado o servidor de "Miami, Florida".

Oferece regiões de Datacenter na América do Norte, Europa e Ásia. A melhor latência, partindo de São Paulo, é o servidor da Flórida.

» Saiba mais: ver os Planos e Preços da Vultr

» Bônus: cupom de US$ 30 de desconto :)

4. Atlantic

Atlantic.net

A mais recente nos testes, a Atlantic é mais uma empresa norte-americana a fornecer serviços de VPS na nuvem. 

De todas, é a que oferece menor opção de localidades. Mas nem por isso, não recomendamos. Atua com Datacenters somente na América do Norte. 

Nos nossos testes, o tempo de resposta foi de 146ms, utilizando servidor "US East 2 (New York)". É um tempo mediano e aceitável. 

Com preços bastante similares ao da Digital Ocean e Linode, a Atlantic se diferencia oferecendo mais espaço em disco SSD. Planos a partir de US$ 5 por mês, já oferece 20 GB de SSD. Existem outros: US$ 10 por mês (1 GB memória + 1 core + 40 GB SSD), US$ 20 por mês (2 GB memória + 2 cores + 80 GB SSD), etc.

Estamos testando a Atlantic há aproximadamente 3 meses, e nos limitamos a informar sobre backups e upgrades. Atualizaremos este artigo assim que o fizermos.

Por hora, para quem procura mais espaço em disco, é uma ótima opção.

» Saiba mais: ver os Planos e Preços da Atlantic

Hospedagem Cloud no Brasil

Hospedar um site/app no Brasil anima quando o assunto é tempo de resposta. A latência é muito baixa, obviamente. E se você escolher algum servidor com Datacenter no seu estado/cidade, é quase a velocidade da luz (tá, nós exageramos!). Mas calma, nem tudo são flores. Ao ver a conta no final do mês, desanima qualquer um.

Tudo bem, existem aplicações e projetos que é necessário um tempo de resposta mais rápido e por isso você deve precisar hospedar no Brasil. Vale lembrar, ainda, que existem soluções como CDN, onde acelera o carregamento da sua aplicação mesmo hospedando no exterior (mas isso é um papo para outro artigo).

Aqui vale uma observação importante: nem todas oferecem discos SSD. E no Brasil, é comum as empresas de hosting oferecer pouca transferência mensal ou limitar a largura de banda. É importante se informar antes de contratar.

1. UOL Host

UOL Host

Iniciando somente no mercado de Dedicados e Corporativo, a UOL Host agora também está no mundo Cloud. 

Usando o poder de marketing do conhecido portal UOL e de um Datacenter moderno, oferece um excelente tempo de resposta. Nos nossos testes, o tempo foi de 4.1ms, abaixo da concorrência.

Os preços dos planos partem de R$ 39,90 por mês (512 MB memória + 2 cores + 50 GB disco) e vão até R$ 795,00 por mês (32 GB memória + 8 cores + 50 GB disco).

O plano testado de R$ 57,90 por mês (1 GB memória + 2 cores + 50 GB disco), o desempenho foi muito bom. Mas teria sido melhor, se houvesse SSD. 

O UOLHost oferece suporte à Windows e Linux. No caso do sistema operacional com código aberto, as opções são bem limitadas: CentOS e Ubuntu, somente.

No geral, gostamos do desempenho. Mas poderiam oferecer mais espaço em disco e com SSD, visto que os preços não são tão baratos. O que mais impressiona: tempo de resposta muito baixo! 

» Saiba mais: ver os Planos e Preços da UOL Host

» Bônus: desconto de R$ 96,00 na hospedagem anual :)

2. Locaweb

Locaweb

Uma das empresas de hosting mais antigas no Brasil.

Com Datacenter próprio em São Paulo (SP), a Locaweb oferece um excelente tempo de resposta. Nos nossos testes, o tempo médio foi de 5.5ms (1.4ms a mais do que o UOLHost).

Seus planos (chamados de "Cloud Server Pro") são customizáveis (CPU, memória, disco). Partem de R$ 49,90 por mês (512 MB memória + 2 cores + 10 GB disco) até R$ 1.749,00 por mês (32 GB memória + 8 cores + 10 GB disco).

Como pode observar, o espaço em disco é bem limitado. A Locaweb cobra R$ 10,00 por mês por cada 10 GB adicionais que você precise. Além de cobrar também solução de backup (R$ 10,00 por mês pra cada 10 GB de storage). Transferências adicionais ou larguras de bandas adicionais, também são cobrados à parte. 

Oferecem suporte à Windows e Linux. No caso do Linux, disponibilizam as distribuições Debian, CentOS e Ubuntu (32 e 64 bits). Sentimos falta de versões atualizadas de cada distribuição.

Pecaram em não oferecer discos SSD. Considerando o custo/benefício, não é a melhor opção.

» Saiba mais: ver os Planos e Preços da Locaweb

3. Hostnet

Hostnet

A Hostnet oferece 2 planos Cloud: Start e Private. Não entendemos muito bem essa separação. No plano Start, os recursos são divididos no servidor (como nos planos de varejo - compartilhado). Já no plano Private, os recursos são alocados só pro seu projeto. Sendo assim, nós avaliamos somente o Private.

Os planos partem de R$ 99,00 por mês (1 GB memória + 1 core + 2 GB disco) até R$ 1.599,00 por mês (16 GB memória + 6 cores + 20 GB disco).

Entre todas é a mais limitada em recursos inclusos no plano. Como pode observar, o espaço em disco chega a ser irrisório (e nem é SSD!). Cada recurso extra, é cobrado separadamente (similar ao que a Locaweb faz). A transferência mensal também é outro fator que consideramos fraco para este host.

Oferece somente opção de Linux e somente Ubuntu. O tempo de resposta é bom. Nos nossos testes, o tempo médio ficou em 5.3ms, similar à Locaweb. Todos os planos oferecem backups

De todas as empresas testadas, oferece o pior custo/benefício para um VPS.

» Saiba mais: ver os Planos e Preços da Hostnet

4. Under

Under

Com Datacenters no Rio de Janeiro e São Paulo, a Under é relativamente nova no mercado de VPS. De todas testadas no Brasil, é a que mais se aproxima dos planos norte-americanos em custo/benefício e tecnologia.

Oferece suporte à Linux e Windows. E é a mais eclética nesse sentido, oferecendo quase todas distribuições: CentOS, Debian, FreeBSD, Suse, Slackware e Ubuntu. Meus parabéns!

Considerando somente os planos com suporte a SSD (mais um parabéns!), os preços variam de R$ 120,00 por mês (1 GB memória + 1 core + 20 GB SSD) até R$ 960,00 por mês (8 GB memória + 8 cores + 160 GB SSD).

A solução de backup é paga separadamente, eles personalizam de acordo sua necessidade. O tempo de resposta em nossos testes foi de 5.5ms, similar à maioria.

Dentre as testadas, a Under tem o melhor custo/benefício e melhor tecnologia fornecida. 

» Saiba mais: ver os Planos e Preços da Under

5. Amazon AWS

Amazon AWS

Spoiler: Esta é uma opção indicada para grandes projetos ou já pensados em escalabilidade. 

A Amazon AWS é um conjunto de serviços na nuvem, pagos por demanda. Existem serviços de computação (VPS), CDN, Storage, Cache, Banco de dados, e muitos outros. Todos, ou quase todos, os serviços se comunicam. Assim você consegue configurar um ambiente altamente escalável.

O painel e todo ambiente de configuração não é tão simples de configurar, portanto a AWS é destinado à usuário avançados. Aliás, é através do painel que você define regras de Firewall, por exemplo. 

Os servidores aqui são chamados de EC2, ou instâncias de computação. Você define o tamanho da instância (CPU/memoria) e aloca os recursos. Como numa VPS normal. Há uma diferença quanto ao disco, onde a Amazon usa outra tecnologia (EBS ou local). 

Com EC2 instanciado, você tem acesso à máquina via terminal/SSH. Daí em diante você consegue configurar normal sua máquina.

O tempo de resposta é bom. Com servidores em São Paulo e Rio de Janeiro, a Amazon obteve o tempo de  6ms em nossos testes, escolhendo a região de São Paulo. 

Essa qualidade tem um preço: comparada a todas as outras, a Amazon AWS tende a ser a solução mais cara.

» Saiba mais: ver os Planos e Preços da Amazon EC2

Lembrete importante!

Como você percebeu, na maioria dos VPS citados, a configuração é feita por meio de terminal/SSH. Logo, você é o responsável por regras de segurança, acompanhar Logs de acesso, ver uso de CPU (algumas empresas fornecem gráficos no painel web) entre outras funções. 

Recomendamos que crie boas regras no Firewall, além de mecanismos de bloqueio de ataques DDoS. Não vamos detalhar esses tópicos neste artigo, mas #ficadica!

Distribuições Linux?

Nós sabemos, escolher uma distribuição Linux nem sempre é fácil, por tamanha variedade fornecida no mercado. Às vezes vai muito da familiaridade do engenheiro com a distribuição ou por necessidade específica. 

Nós preferimos as distribuições Debian/Ubuntu. Primeiro pela facilidade de gerenciar e atualizar pacotes ("apt-get", we love it!), e depois pela estabilidade. O Ubuntu, baseado no Debian, fornece pacotes mais atualizados e utilitários de terminal que podem facilitar a sua vida no dia-a-dia. 

Além dessas 2 distribuições, também testamos o CentOS em vários VPS acima. O gerenciador de pacotes "yum" também facilita a vida :).

E agora, onde hospedar?

Brasil ou Estados Unidos

Resposta rápida: depende. Na verdade você precisa saber sua real necessidade de infra.

Precisa de velocidade e latência mínima: hospede no Brasil. Do contrário, sua aplicação vai rodar muito bem no exterior. Se você fizer uso de recursos de performance (caching, load balancer, CDN, etc.), conseguirá ótimos resultados. 

E aí, qual a sua opção? Participe nos comentários!

PS.: este artigo pode sofrer alterações, conforme vamos testando outros recursos e opções.

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários