Script Brasil

Peachy Printer é a impressora 3D mais barata do mercado

Um novo conceito de impressora está sendo produzido e alinhado para chegar ao consumidor de maneira prática e principalmente acessível ao bolso. Trata-se da Peachy Printer, uma impressora que se utiliza das tecnologias mais avançadas e atualmente mais requeridas, que é a impressão em 3D. Se você se interessa por esse tipo de impressão, confira abaixo todos os detalhes da Peachy Printer, a impressora em 3D mais barata do mercado.

Detalhes da Peachy Printer

Peachy Printer

Desenvolvida pelo canadense Rylan Grayston, a nova tendência de mercado deve custar em média 100 dólares, este é o valor para que o usuário possa imprimir seus dados mais importantes de dentro de casa.

A impressora Peachy Printer se utiliza de uma técnica pouco convencional em relação as impressoras 3D mais comercializadas. O software desenvolvido por Rylan Grayston utiliza-se da saída P2 do computador para que ondas sonoras sejam enviadas ao computador. Dessa maneira, a própria impressora emite as informações num movimento como se fosse dois espelhos, que ao refletir um feixe de laser que molda o seu objeto em relação ao seu total formato, seja ele em comprimento ou largura.

Seguindo a linha para impressão do objeto, o cálculo da altura já é um pouco mais difícil, pois terá sua etapa mais trabalhosa. Através de um reservatório no topo da impressora, a água salgada deve pingar aos poucos, e ao cair irá passar por dois cabos elétricos que devem estar separados, criando assim uma conexão elétrica, que é enviada de volta ao computador pela entrada do microfone, a saída P2. Como a própria física determina, dois corpos não ocupam o mesmo lugar, forçando a resina que se forma, moldar o objeto em 3D. Através do magnetismo do computador, é captado os dados enviados pela impressora, onde se calcula onde a resina precisa alcançar.

A Peachy Printer, além de impressora 3D, pode ser utilizada como scanner 3D. O aparelho ainda está em fase de divulgação, ou seja, quanto maior o número de pessoas que quiserem adquirir, mais barato pode ficar o produto. A ideia inicial era de obter cerca de 50 mil dólares canadenses num primeiro momento, mas houve uma grande procura e foi conseguido cerca de 400 mil dólares canadenses. E para você, que sempre utiliza as impressoras convencionais, vale a pena investir e obter um kit de impressão 3D?

Postado em .


Pela Web

Comentários