Script Brasil

Coinbase lança primeira bolsa de bitcoins do mundo

O mercado virtual também precisa de autonomia frente às intempéries da economia mundial física, buscando por formas de se tornar mais forte e independente.

A fim de promover essa mudança, eis que a Coinbase lança sua bolsa legalizada de bitcoins, a primeira bolsa de moedas virtuais do mundo a entrar em vigor, licenciada pelos Estados Unidos, com um alto valor frente às moedas “reais”.

Com o apoio de grandes empresas de investimento e da Bolsa de Valores de Nova York, a bolsa de bitcoins está pronta para funcionar, em contato oficial com nossa situação financeira física.

Impacto do novo lançamento oficial da Coinbase

Coinbase lança primeira bolsa de bitcoins do mundo

Já não é de hoje que o mercado econômico busca investir nas moedas virtuais para facilitar o comércio online, bem como para firmar negócios confiáveis na internet, longe da queda vertiginosa no valor das moedas e dos investimentos quando colocados na web.

Com direito à casas de câmbio online e bancos de bitcoins, a licenciatura da moeda garante uma revolução virtual que pode valorizar o comércio online e facilitar no combate contra mercados virtuais ilegais ou instituições financeiras fajutas. As bitcoins estavam valenso menos de US$ 200 pela primeira vez desde 2013 nos últimos tempos, mas com a notícia da legitimação da moeda, ela chegou a ultrapassar os US$ 300 pela reação positiva do mercado às novidades anunciadas.

Trazendo de volta o interesse pela moeda, o acontecimento ajuda a firmar a ideia de que as bitcoins são um negócio justo e amplo, com valores que serão uteis na aplicação em investimentos variados. A chamada “BitLicence”, que certifica a segurança do uso das moedas pelo Departamento de Serviços Financeiros de Nova York, traz sua possível aprovação de uso em 24 estados ou territórios dos EUA.

Como funciona o bitcoin

Coinbase lança primeira bolsa de bitcoins do mundo

A moeda virtual tem o proposito de ser utilizada como moeda convencional para facilitar transações financeiras online, sem que haja intermediação de bancos ou autoridades financeiras. O sistema é aberto a qualquer um, e conta com cotações variadas, que dependem das intempéries do sistema.

Para efetuar compras, os usuários fazem uma transferência de suas bitcoins pelas carteiras digitais, que são espaços instalados no computador ou no celular para administrar suas contas de bitcoins. As carteiras são gerenciadas por softwares online, e podem ser feitas pelo registro dos usuários no modo.

Existem pelo menos 21 milhões de bitcoins, e o sistema promete avançar ainda mais no desenvolvimento da “economia virtual”.

Postado em .


Pela Web

Comentários