Script Brasil

HDs perdendo força? SSD de 3TB diz que sim!

No mercado da inovação digital, a cada dia que passa nos deparamos com tecnologias ainda maiores do que tudo que já foi visto no mercado. Inspirados em altos valores de armazenamento de arquivos, a Samsung resolveu abusar da criatividade no novo projeto anunciado na quarta-feira passada (8): Divulgaram seu primeiro SSD, baseado na tecnologia “TLC V-Nand” que trabalha com altos níveis de memória flash.

O novo projeto seria capaz de criar discos com valores superiores a 3 TB de capacidade de armazenamento, considerando proporcionar uma velocidade de execução de computadores muito maior do que a potência de discos rígidos comuns.

O trabalho do SSD e expectativas do mercado

HDs perdendo força? SSD de 3TB diz que sim!

O novo SSD traz à imaginação popular a expectativa de ser um dos principais produtos de armazenamentos disponíveis no mercado em pouquíssimo tempo, considerando seu amplo potencial de arquivamento. Com um desempenho três vezes maior do que do HD Sata III, o SSD conta com maior velocidade de leitura e gravação, superando os melhores discos rígidos do mercado e ampliando suas chances de crescer no mercado.

O aparelho conta ainda com maior durabilidade, pois segundo informações da Samsung, ele será capaz de suportar entre 1,6 TB e 3,2 TB de gravação de dados dez vezes por dia, considerando até cinco anos de vida útil. Em uso comum ou moderado, o tempo de vida poderia ainda ser estendido ao dobro.

Valores de mercado

HDs perdendo força? SSD de 3TB diz que sim!

Como traz uma iniciativa completamente diferente ao mercado, a grande possibilidade é de que o valor dos novos SSDs da Samsung corresponda ao seu amplo potencial, mesmo considerando que os preços possam ser menores aos dos modelos anteriormente. Sem nada anunciado, podemos considerar que esta nova tecnologia seja a substituta oficial dos discos rígidos, adotando  uma estratégia de mercado capaz de dominar o espaço em larga escala com sua nova tecnologia.

Os discos de estado sólido têm diversas vantagens sobre os HDs comuns, considerando também serem menos propensos a falhas decorrentes de quedas variadas, não dispondo de partes mecânicas como os convencionais. Com essa nova tecnologia, uma imensa gama de possibilidades entra em jogo na inovação tecnológica, permitindo um crescimento maior em todos os segmentos do mercado.

Arrisca-se considerar o surgimento do SSD como o anúncio do fim do HD, mas ainda é cedo para discutir o assunto. Tudo que esperamos é pela mostra da Samsung, que anunciará em breve maiores informações sobre o produto, além de seu lançamento no mercado.

Postado em .


Pela Web

Comentários